picture3

Ano novo…vida antiga

Começa um novo ano e toca de fazer uma lista de novas resoluções. Planos, objetivos ou sonhos que queiramos realizar no novo ano.

Tenho para mim que 2016, independentemente das coisas menos boas, surpreendeu-me e isso só aconteceu porque as expectativas sobre um novo ano são sempre as mesmas – quase nenhumas: Saúde, trabalho, amor coisas tão clichê e tão pouco concretas mas que me vão realizando e surpreendendo nos 365 dias do ano.

E para este ano 2017 nada de novo a acrescentar. Com o ano já práticamente todo planeado (meia dúzia de azares, tarefas e um aposta em jogo), amante de rotinas, desejo que o ano seguinte seja como o anterior – dá uma trabalheira reajustar a vida novamente e depois de uma noite pouco dormida é tudo o que não queremos. Curiosamente todos os dias 1 do novo ano são exactamente iguais ao dia 31 do ano anterior.

Bem lá no fundo esperava mais de ti, esperava que me pudesses dar mais 24 horas por dia e eu pudesse dedicar-me mais ao meu novo estilo de vida e às minhas paixões; esperava mais 365 dias para poder acabar o mestrado e atirar-me para outros voos; esperava ter pelo menos mais 12 meses para poder estar mais tempo com as pessoas da minha vida.Mas isso não vai acontecer. E enquanto assim for nunca me desilundirei contigo. Não desejo mais do que possas dar e eu consiga fazer.

Por isso, 2017, podes ser assim mais ou menos como 2016: Com muito amor, muito trabalho e muita saúde. Depois, pelo meio, com algum tempo, quero muito continuar a fazer uma das coisas que mais prazer me dá na vida – Correr, ir ao ginásio, realizar-me mais enquanto filha, irmã, namorada, amiga, colega de trabalho, e profissional.

Podes tentar testar-me: Dá-me boas oportunidade e a seguir tenta tirar-me o chão.

Não espero muito. Deixo que me surpeendas.

De 2016 trouxe tudo…

1 comment for “Ano novo…vida antiga

  1. Sebastião de Carvalho
    2017-01-16 at 23:37

    Este, está especialmente bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.